Descobri Hatha yoga, aos 18 anos, quando ainda quase ninguém praticava em minha cidade, B.Horizonte. Não havia livros para se ler, nem internet para se pesquisar. Yoga era um mistério, muito mística. E, somente buscavam o caminho do yoga pessoas nervosas, idosas ou consideradas muito diferente das outras.

Nessa época, pratiquei com um bom professor que tinha estudado na Índia. Em uma aula de hatha yoga, fazendo a Postura de Equilíbrio da Árvore, senti que poderia superar medos e inseguranças. Comecei a praticar várias posturas em casa e fui sentindo mais coragem para enfrentar desafios, vencer inibições, ter mais autoconfiança, dirigir no trânsito com tranquilidade.

Meu professor desenhava as posturas (asanas) em um quadro negro, que copiávamos em um caderno, com os nomes e benefícios das posturas. Ainda hoje, guardo esse caderno com carinho, pois foi importante para mim, principalmente quando pratiquei sozinha durante alguns anos.

Nas aulas, percebi que havia algo além das posturas físicas, que existia uma energia que fluía dentro de mim, do professor e das outras alunas. Descobri nesse momento, que eu não era somente o corpo físico. E, isso foi uma vivência importante que me motivou a continuar sempre praticando yoga.

Muitos anos depois, já morando em Santos, pratiquei hatha yoga durante uma gravidez e foi ótimo em todos os aspectos . E, com certeza, ajudou também minha filha, pois como senti mais tranquilidade e confiança, eu enviava esses sentimentos para ela, antes de nascer.

Continuei praticando ao longo de minha vida, obtendo muitos benefícios tanto para o corpo como para minha mente. Pratico diariamente a meditação e canto mantras que me conduzem a níveis calmos e profundos, me conectando com o espaço tranquilo do Ser interior.

Li muitos livros, fiz muitos cursos no Brasil e nos Estados Unidos, me tornei professora de hatha yoga e meditação. Ensino, com muita gratidão, esses ensinamentos milenares que me transformam a cada dia para melhor.

Com a prática regular da hatha yoga, temos muitos benefícios como flexibilidade, melhora do alongamento e postura corporal, tonificação muscular, prevenção de lesões, fortalecimento das articulações, mais equilíbrio e autoconfiança. Melhora a atenção e concentração, diminui o estresse, a depressão e ansiedade.

Viver no momento presente ajuda a ser feliz

Um dos treinamentos da hatha yoga e da meditação que gosto muito e tem me ajudado a ser feliz, é viver o momento presente. Antes dessas práticas, eu vivia no passado ou no futuro e, portanto, tinha uma mente inquieta, ansiosa e medrosa.

O yoga nos ensina a contemplar o momento presente, sem julgamentos, sem remoer fatos passados e sem expectativas pelo futuro. Isso traz apaziguamento, bem-estar e paz da mente.

Para esse treinamento de estar presente, é muito importante praticar as posturas da hatha yoga com atenção, desenvolvendo a consciência corporal, a consciência dos movimentos e a consciência da respiração. Usamos o corpo para deixar a mente mais receptiva e mais calma.

Com concentração e relaxamento ao mesmo tempo, vamos prestando atenção nas sensações despertadas por cada movimento. Vamos desenvolvendo uma percepção mais sutil, percebendo nosso corpo sutil, o corpo de energia.

Como as posturas aquietam as ondas da mente, entramos em níveis de Alfa ou Teta (níveis cerebrais e mentais mais profundos) de onde surgem sentimentos elevados, como compaixão, perdão, amor, compreensão, sabedoria, devoção a Deus.

Ao observar a respiração durante as posturas e a prática de exercícios respiratórios (pranayama), corpo e mente se acalmam, e assim, os sentidos se voltam para dentro. Praticando dessa maneira, é como se meditássemos em cada postura. Vamos deslizando para níveis tranquilos, encontrando um espaço de paz em nosso interior.

Patanjali, que foi o codificador do yoga, disse em seus Yoga Sutras, no Sutra II:

“Yoga é aquietar as ondas da mente”. É cessar as modificações da mente que causam sofrimento e inquietação. É acalmar essas flutuações, eliminando preocupações, aflições, estresse, tristeza e medos.

Patanjali em seus Yoga Sutras, delineou oito ramos do yoga. (clique aqui e leia). E um deles é pratyahara, atrair os sentidos para dentro. Com essa prática, você se torna calmo e livre da atração dos sentidos.

No caminho do yoga, a hatha yoga tem sua importância. Suas posturas psicofísicas tornam o corpo mais forte e flexível. Mas ainda assim, todo o propósito da hatha yoga é atrair a atenção para dentro.

Aquietando sua mente, através das posturas da hatha yoga, você vivencia pratyahara, e aplica a disciplina do silêncio aos sentidos. E dessa maneira você ensina seu corpo a disciplina do silêncio para que ele experimente tranquilidade em suas todas as suas ações.

Na medida em que movimentamos o corpo a cada respiração, na medida em que aquietamos o corpo a cada respiração, nós conduzimos o corpo a um alinhamento. E um dos frutos valiosos da hatha yoga é pratyahara, o afastamento dos sentidos da atenção externa.

Pratique hatha yoga e transforme sua qualidade de vida, ficando em forma tanto fisicamente como emocionalmente e mentalmente. Adquira mais saúde, serenidade, rejuvenescimento. Aprenda a viver o momento presente e assim alcance uma mente pacífica, com mais alegria de viver e entusiasmo.

Pilates e hatha yoga

Descobri há alguns meses a prática de Pilates e estou gostando muito dessa atividade. Além de me ajudar a praticar melhor as posturas da hatha yoga, estou sentindo muitos benefícios como melhora das dores nos joelhos, da minha postura, do meu equilíbrio. Os desafios de alguns movimentos me fazem superar medos naturais do corpo, e estou me sentindo mais jovem e bem disposta.

Esse método trabalha ativamente a respiração e isso aperfeiçoa o funcionamento dos pulmões. E como os movimentos devem ser feitos de forma consciente e controlada, melhora nossa capacidade de concentração e a consciência do próprio corpo.

Como disse o fisioterapeuta, Eduardo Freitas da Rosa, da Associação Brasileira de Pilates, do Rio Grande do Sul: “Pilates é um método que leva ao desenvolvimento do corpo funcional. A pessoa passa a fazer atividades cotidianas sem dores ou limitações. A vida se torna mais saudável, ou seja, atinge-se o completo bem-estar físico e mental”.

E ele acrescenta: “Pelo fato de o Pilates trabalhar bastante o abdômen, os glúteos, a musculatura os membros inferiores e região pélvica, evita patologias como incontinência urinária. E já que não promove desgaste por impacto, mostra-se ideal para quem tem problemas articulares, como artrose, e ósseos, como osteoporose”.

Procure um local especializado, com bons fisioterapeutas e descubra você também os benefícios do Pilates. Entenda que para a saúde e bem-estar do corpo físico, ele precisa ser exercitado de maneira adequada, com regularidade e disciplina. Fique em paz! Namaste! Deus em mim saúda Deus em você!

Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/equilibrese_pilates.htm