A prática de exercícios físicos como prevenção para várias doenças já é consenso entre os profissionais da saúde. O Pilates, em especial, ganha cada vez mais espaço e é recomendado para prevenção e tratamento por muitos médicos. Entretanto, para agregar este hábito à rotina intensa de trabalho, muitos praticantes se exercitam em horário de almoço e acabam alimentando- se mal antes ou após a atividade.

 

Uma alimentação balanceada agrega valor à atividade física, sendo importante na rotina do praticante. Para isso, manter- se hidratado e alimentado traz energia que promovem benefícios ao exercício físico.

Consumir carboidratos é importante antes da prática do Pilates, pois são alimentos de digestão rápida que fornecem combustível para os exercícios. Proteína e lipídeos devem ser evitados, pois ambos são de digestão lenta e podem causar desconforto intestinal.

O consumo de carboidratos para a prática do Pilates objetiva o fornecimento de energia para o trabalho muscular, além de ser fonte de energia (evita a fome durante a atividade).

Quanto mais próximo estiver da prática de Pilates é aconselhável comer pouco e algo leve para evitar desconfortos comumente associados a ingestão de alimentos pesados. Uma dica é a ingestão de frutas secas e alimentos leves 1 hr antes.

Além disso, não podemos esquecer que Joseph Pilates indicava sempre uma maçã após o treino, reconhecendo as inúmeras propriedades benéficas da fruta.

Por: Fisioterapeuta Mônica Falk Dias Da Cas