A respiração nasal, além de proporcionar melhor qualidade do ar que chega aos pulmões (em função de ter estruturas responsáveis por filtrar e adequar a sua temperatura) desempenha também papel importante na postura corporal. Os estudos mostram que alterações posturais, principalmente de cabeça e pescoço, podem muitas vezes estar associados ao hábito de respirar pela boca.

Existem muitos fatores que contribuem para que isto ocorra, mas o fato da necessidade de projetar a cabeça para frente a fim de que o ar consiga passar com maior facilidade pela boca é um dos principais. Como conseqüência desta anteriorização da cabeça, há uma sobrecarga nos músculos do pescoço (cervicais anteriores e posteriores), resultando em uma curva mais acentuada na coluna cervical e desconforto.

A melhora da postura corporal associada a um trabalho de respiração pode promover melhoras na postura da cabeça, através de um reequilíbrio muscular.

Converse com seu fisioterapeuta, cuide da sua postura!

Por: Fisioterapeuta Monica Falk Dias