Prolapso genital é o nome dado para quando os órgãos genitais interno (útero, tubas uterinas, ovários, bexiga, uretra e reto) da mulher são projetados para fora, pelo canal vaginal.

O enfraquecimento progressivo da musculatura do assoalho pélvico (MAP) e de seus ligamentos, que tem a função de sustentar as vísceras, não são competentes para esta sustentação.

O tipo mais comum de prolapso genital é o da bexiga, popularmente conhecido como “bexiga caída”.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a incidência de prolapsos genitais é alta: em 2007, recorreram à cirurgia de correção de prolapso, 80.048 mil mulheres.

Os sintomas são de fáceis percepção: dor nas relações sexuais, incontinência urinaria e/ou fecal, pressão sobre o períneo, dificuldade para urinar.

A fisioterapia uroginecológica tem resultados bastante positivos, onde exercícios específicos para o assoalho pélvico tem a capacidade de fortalecer a MAP.

Contate-nos e agende uma avaliação!

Por: Fisioterapeuta Tamires Carneiro Borges