A tecnologia tem sido responsável por facilitar o nosso trabalho, exigindo cada vez menos esforço físico para a realização das tarefas diárias. No entanto, esta mudança no estilo de vida e o aumento do tempo despendido frente a computadores, acarretaram no avanço do debate a cerca do sedentarismo. Isto porque a falta da prática de atividade física regular não está apenas relacionada a alterações como a hipertensão,  diabetes e dislipidemia (aumento do colesterol), mas também ao grande número de indivíduos com LER (lesão por esforço repetitivo), dores musculares e desconfortos na coluna.

Muitos relatos citados em consultórios de Fisioterapia, como queixas freqüentes e até mesmo diárias, poderiam ser prevenidos se agregássemos a nossa rotina a prática de alguma atividade que possibilite o reforço da musculatura e o alongamento.

Grande parte das contraturas musculares e presença de pontos de tensão (trigger points) que comumente são causa de dores em indivíduos que trabalham na mesma posição por muitas horas, poderiam ser evitadas se a musculatura fosse submetida a alongamentos e reforço.

Como um aliado a saúde, o Método Pilates é uma ótima opção para quem busca a prevenção e também o alívio de desconfortos relacionados ao sedentarismo, pois melhora a flexibilidade, a força e ativa a musculatura responsável pela estabilização da coluna.

Por: Fisioterapeuta Monica F. Dias