Também conhecida como cone chinês, vela de ouvido, cone de cera, cone de parafina e outros tantos exóticos, a terapia trata-se de um processo de mobilização de muco através do vácuo criado pelos cones.

Indroduz-se a parte de baixo do cone, a mais fina, na entrada do ouvido. A seguir, acende-se a outra extremidade. Assim que a pequena chama de fogo consumir o oxigênio contido dentro do cone, inicia- se o processo de aspiração do muco e de cerúmen acumulados nas passagens internas e interligadas do ouvido, nariz e garganta.

O cerúmen (cera de ouvido) pode obstruir o canal auditivo, causando prurido (coceira), dor e perda auditiva temporária. O cerúmen, é composto de descamação, de secreção sebácea e do produto de glândulas cerimoniosas.

A Técnica de desobstrução dos ouvidos com Cones, é uma sabedoria antiga redescoberta. Um remédio popular para desobstruir e purificar o canal do ouvido. É usada em várias partes do mundo, incluindo Europa e Estados Unidos.

O tratamento com os cones chineses além da parte física, também promove um re-equilíbrio sensorial e emocional, trazendo à tona a sensibilidade. Eles apuram os sentidos – depois do tratamento, há uma melhora na visão, olfato, paladar, audição, além do re-equilíbrio emocional.

Indicações:

Perda de audição causada por bloqueio de secreções, como em casos de: rinites, sinusites e otites
Zumbido nos ouvidos causado por presença de fluidos
Problemas naso-faríngeos que causam catarro
Circulação linfática lenta: a aplicação dos cones estimula a circulação periférica.
Excesso de cerúmen: eliminado pelo calor e o efeito de sucção deste procedimento.
Higiene dos ouvidos: o dedo e a unha podem ferir o ouvido externo. Os cones dão um tratamento higiênico efetivo sem riscos de dano.
Irritação dos Ouvidos e dos Sinus: efeito calmante e desinfetante.
Otalgias devido a otites: favorece a drenagem das secreções
Otalgias sem otites: o calor pode ter um efeito calmante da dor, porém, há que se determinar as causas.
Pressão auricular (enxaquecas): ajuda equilibrando os fluidos que provocam a dor
Sinusite crônica: Alivia os sinus que se conectam com o Trompa de Eustáquio
A Síndrome de Meniére: contribui no balanceamento dos fluidos no labirinto.
Tensão nervosa: relaxamento efetivo a nível cerebral. Ajuda acalmando as mensagens transmitidas do sistema sensorial
Problemas de circulação (nos ouvidos): ativa
Vertigens: relacionadas a problemas no ouvido interno

Em caso de qualquer dúvida consulte o seu otorrinolaringologista

Contra-indicações

O tratamento é inapropriado para quem tem qualquer tipo de tumor na cabeça ou garganta (por trabalhar com vácuo e deslocamento de muco) e para quem tem tímpano perfurado (devido a perfuração no tímpano, não há como criar vácuo).

Por: Adriana Makyama