Manter a mesma postura e os mesmos movimentos por períodos prolongados desequilibram o corpo ou coloca o mesmo sobre estresse. Tensões na coluna vertebral, músculos contraídos por longos períodos ou dores nos membros são conseqüências de uma base fraca para um trabalho concentrado e pensamento eficiente. 
O movimento advém da mudança. Se quiser sentar de forma sadia e manter-se intelectualmente ativo, terá que realizar mudanças repetidas de posição e movimento utilizando uma cadeira adequadamente equipada.

Alterne posições sentadas e em pé, aliviando a tensão sobre o organismo, na coluna vertebral, músculos e atuando na circulação sangüínea.
Quando nos sentamos, aliviamos a musculatura no tronco, bacia, pernas e pés. É uma coisa boa. No entanto, o outro lado da moeda é que a pélvis é rotacionada, e esse movimento é transferido à coluna vertebral, o que tende a produzir ombros caídos e maior tensão sobre os discos intervertebrais. Além disso, os músculos abdominais são pressionados para frente e deixam de realizar sua função de sustentação.
A pressão sobre os discos intervertebrais é atenuada em uma posição ereta ao sentar. O retorno do fluído tecidual para os discos intervertebrais é facilitado e, dessa forma, também o suprimento de nutrientes aos mesmos discos. Os músculos abdominais conseguem sustentar melhor os órgãos abdominais sobre a pélvis.

O que é necessário ser feito?
Atenue esses efeitos cada vez que você se sentar, procedendo da seguinte forma:

· Movimentar-se! – Movimentar-se! – Movimentar-se!
· Lembre-se sempre do que acontece quando você está sentado;
· Lembre-se sempre de sua postura;
· Pratique o «sentar dinâmico, ou seja, mude sua posição de sentar-se tão freqüentemente quanto possível (especialmente inclinando-se para frente e para trás);
· Alterne posições de trabalho ficando em pé e sentado;
. Quando puder lembre-se de acionar a musculatura do “Power House”;
· Utilize uma cadeira de escritório projetada de acordo com princípios ergonômicos e anatômicos.