O Diabetes é uma doença crônica e conforme dados da Sociedade Brasileira de Diabetes atinge cerca de 12 milhões de pessoas no Brasil e precisa ser controlada com tratamento específico para reduzir as complicações e o risco de morte.

Hereditariedade e sedentarismo são fatores que contribuem para o desenvolvimento dessa doença. O primeiro não podemos modificar, mas o segundo sim. Nesse contexto o pilates aparece como uma alternativa segura e eficaz na manutenção da saúde e qualidade de vida desses pacientes.

O pilates além de promover o aumento da força muscular também favorece o aumento da massa óssea, a diminuição do estresse cardíaco durante o exercício e o melhor controle da glicemia.

Por: Fisioterapeuta Letícia G. Giordani